jan 24 2012

Durma Certo

O sono tem papel fundamental para o bom funcionamento do organismo, de sua saúde e bem estar.

A questão é que, muitos tem hábitos errados no momento de dormir o que prejudica a capacidade de aprendizado e o processo de consolidação da memória, além da produção de hormônios e substâncias que desempenham papéis vitais no funcionamento de nosso organismo.

Será que você está dormindo mal e não sabe? Veja alguns hábitos errados relacionados à postura:

1º Dormir de barriga pra baixo

Nesta posição, há uma flexão exacerbada do pescoço, o que pode causar torções na cervical e na lombar.

O ideal é sempre dormir de lado, com dois travesseiros: um para apoio da cabeça, numa altura e suporte que sustente o seu peso e preencha completamente o espaço compreendido entre ela e o colchão. E outro, entre os joelhos e pernas, que deverão estar semiflexionadas.

2º Dormir no canto do travesseiro

Isso causa um “buraco”, que acaba virando o cantinho preferido para as horas do bom sono: o que pode prejudicar a integridade músculo esquelética da coluna cervical, provocando micro trauma a principio e com o tempo causar dores.

O ideal é centralizar a cabeça exatamente na metade do travesseiro, formando um ângulo de 90º no pescoço, de forma a manter coluna cervical sempre alinhada.

3º Braço embaixo do travesseiro

Além de prejudicar o alinhamento da coluna, o hábito pode causar problemas de circulação, uma vez que o peso sobre o braço acaba por comprimir algumas veias e nervos.

Dica: Os braços deverão estar livres e os ombros sempre alinhados, de forma não prejudicar a cervical.

4º Dormir com o travesseiro muito alto ou muito baixo

Esse hábito causa o desalinhamento da coluna cervical, o que prejudica a circulação sanguínea e dificulta os estímulos elétricos enviados pelo cérebro aos órgãos do corpo. O travesseiro ideal deve preencher exatamente o espaço entre a cabeça e o colchão.

Dica: O pescoço não pode ficar inclinado nem para cima e nem para baixo.

E então, como está sua postura durante o sono?

Fonte: Exame.com