nov 12 2011

Dieta de Academia: Não erre!

Se você malha ou principalmente vai começar a malhar, saiba que para ganhar aqueles músculos é preciso alimentar-se bem e corretamente com muito cuidado com o que consome.

Para você não errar na dieta, nós vamos dar algumas dicas:

1º Não exagere na proteína no pós-treino

Pode acreditar, em vez de ganhar um pouco mais de músculos, tudo o que você provavelmente vai conseguir é uma diarreia.

Entenda: O organismo tem uma capacidade determinada de absorção diária de proteína, que varia de 1 a 2 gramas por quilo do peso corporal. Se passar disso, seu organismo vai eliminar esses nutrientes.

2º Não exagere no suplemento

Para quem está começando, na fase de adaptação, a suplementação é desnecessária, uma vez que vai fornecer nutrientes de forma excessiva e portanto, fazer você ganhar gordura, sobrecarregando fígado e rins.

3º Não treine sem comer

Esse erro é típico de quem quer emagrecer, mas é a pior atitude para quem quer perder gordura. Entenda: O seu metabolismo precisa funcionar e, para isso ele depende da presença de carboidratos, portanto, coma algo (sem exageros) antes de ir para a academia. Sugestões: Barra de cereais ou uma fruta.

Fonte: Men’s Health


out 14 2011

Gafes na academia: Evite

Estilo também é uma questão de comportamento e, se você pensa que na academia você pode relaxar, está enganado! Aproveite as dicas (principalmente se está começando a malhar) e evite gafes:

1º Aparelho suado

Sempre passe uma toalha no aparelho depois de usá-lo. Além de ser uma atitude legal para com quem vai malhar depois, é uma questão de saúde, afinal, vírus, fungos e bactérias podem estar presentes no nosso suor e transmitir doenças.

2º Gases

Muitos freqüentadores de academia que fazem uso de suplementos viram verdadeiras máquinas de puns, uma vez que durante o exercício, o ritmo intestinal fica acelerado.

Para evitar o problema, não consuma muitas proteínas e fibras antes do treino e tome bastante líquido.

3º Roupa suja

Se você tem o hábito de vestir a mesma camiseta por dias seguidos pare com ele agora ou ganhar um cheiro ruim por conta do suor e ninguém vai querer ficar perto de você. Dica: Se realmente não tiver como lavar, ao menos a deixe no sol para secar e, se possível, opte por tecidos com tecnologia dry-fit.

4º Conversar demais

Antes de conversar, certifique-se de que a pessoa realmente está a fim de conversar. Você pode estar sendo inconveniente.

5º Roupas

Não apareça de calça jeans e sapatênis para treinar! Você pode ganhar uma lesão.

6º Organização

Tome cuidado com os acessórios da academia. Procure não deixar pesos espalhados, isso atrapalha o tempo de treino das outras pessoas.

7º Espelho

Nada de ficar se olhando no espelho excessivamente, ok? Durante o treino, os músculos aumentam de volume sim, mas isso se normaliza mais tarde. Ficar se olhando o tempo todo revela um comportamento narcisista e te faz parecer ridículo para os demais.

8º Cueca

Nunca, mas nunca mesmo abra mão da cueca! Imagine o desconforto dos outros, homens e mulheres (elas abominam isso). Não há marketing pessoal que resista! É uma tremenda vergonha!

Fonte: Men’s Health


out 5 2011

Abdome trincado!

Muitos homens passam horas na academia para conquistar o corpo ideal e, um dos objetivos é que o abdome seja perfeito. Se você está nessa fase e pretende conquistar a famosa barriga de tanquinho, saiba que não é tão complicado quanto parece!

Entenda: Todos os seus gomos funcionam como um único músculo, o que significa que qualquer exercício para a barriga, ativa todos eles.

Confira alguns exercícios e dicas para ajudar:

De frente para o chão, com o corpo esticado, fique com as pontas dos pés no solo e apóie os cotovelos e os antebraços numa bola suíça. Faça movimentos circulares com os braços sem que seu quadril se desloque.

Em posição de flexão de braços, mas com os antebraços no chão, sustente o corpo por dez segundos. De imediato, vire seu corpo para esquerda, suportando o peso apenas com  o braço direito. Fique mais dez segundos e gire para o outro lado. Segure mais dez segundos.

Essa série você deve repetir seis vezes. Ela vai turbinar o centro e as laterais do corpo.

O abdome é estruturado para sustentar seu corpo enquanto você se movimenta. Durante os exercícios, certifique-se se ele está contraído, caso não esteja, sua coluna pode sair lesionada.

Turbine seus gomos abdominais enrijecendo os músculos como se fosse preparar o local para receber um soco.

Fonte: Revista Alfa


set 5 2011

Otimize seu tempo na pista

Se você quer deixar a barriga saliente no passado e decidiu começar a correr, saiba que além da alimentação sob controle, o treino também precisa ser programado para que renda mais.

Confira as dicas da revista Men’s Health para otimizar o seu programa de corrida e fazer com que ele renda mais:

Se você acabou de começar

Mesmo se você faz musculação e joga bola no fim de semana, não adianta pensar que vai começar correndo como um atleta de elite.  Primeiro, entenda que para a corrida você é iniciante e se sair correndo, os batimentos cardíacos irão ultrapassar a zona de treinamento adequada.

Dica: O ideal é manter a freqüência cardíaca entre 60 e 17% da sua capacidade máxima. Controle o coração, mesmo que seu corpo agüente mais.

Se você já é íntimo das pistas

Depois de certo tempo, você já está adaptado e provavelmente, acomodado. Se você corre os mesmos quilômetros há anos e não perde mais peso, é fundamental variar a intensidade do treino para aumentar o gasto calórico.

Entenda: Essa variação faz com que seu corpo saia da zona de conforto e continue o processo de treinamento.

Dica: Para começar, treine entre 75 e 90% da sua capacidade máxima, aumentando a velocidade. Se for possível, intercale corrida moderada, subida e variações de velocidade.


jul 19 2011

Quantas calorias você gasta no futebol? E na luta livre?

Gastar calorias é algo que nós fazemos o tempo todo, seja com tarefas do dia-a-dia ou com exercícios aeróbicos. A questão é que, muitos homens e mulheres buscam o corpo perfeito, que seria não somente bonito, mas também saudável.

Para isso, é preciso fazer exercícios e conseqüentemente, gastar calorias, sendo que, quem pretende queimar gorduras, deve ainda optar por exercícios aeróbicos. Para ajudar, vamos falar sobre alguns exercícios e o quanto você pode gastar com eles:

Corrida: 20 calorias por minuto

Correr durante uma hora em uma esteira queima aproximadamente 600 calorias, entretanto, é preciso levar em conta que você não vai correr durante os 60 minutos ininterruptamente e vai variar o ritmo.

Com esse exercício é bom tomar cuidado, pois ele causa fortes impactos nas articulações e altera a frequência cardíaca, o ideal é que para começar você procure orientação de um profissional de educação física, começando pela caminhada ou pelo cooper.

Luta livre: 14,4 calorias por minuto

Você lembra do programa “Gigantes do Ringue”? A luta livre já teve mais visibilidade no Brasil e serve para ampliar a força e a flexibilidade de seus praticantes.

É importante também lembrar que o termo luta livre também é utilizado para designar a luta greco-romana, modalidade olímpica presente nos currículos esportivos das universidades norte-americanas. De qualquer forma, ambas tem os mesmos benefícios.

Vôlei: 15 calorias por minuto

Essa modalidade é boa para desenvolver força, coordenação motora e concentração. É claro que todo exercício precisa ser feito com orientação profissional e exigem o uso de calçados apropriados. Cuide-se!

Pular corda: 15 calorias por minuto

Este é um bom exercício para a coordenação motora, panturrilha (batata da perna), coxas e ombros, que são acionados para girar a corda.

Como cuidados, é importante sempre se exercitar com calçados adequados e apoiar todo o pé na “aterrissagem” de cada salto, e não apenas a ponta. Fique atento: as repetições de saltos, se mal feitas, podem lesionar as articulações dos pés e dos joelhos.

Futebol: 13,3 calorias por minuto

Todo mundo ou pelo menos todos os homens, já bateu uma bolinha pelo menos uma vez na vida.Esporte favorito de muitos e nacional por excelência, apesar de ter sido oficialmente “inventado” em terras inglesas, o futebol ajuda a desenvolver força, capacidade respiratória, noção de espaço, agilidade e coordenação motora.

Tome cuidados para evitar torções e lesões por impacto nas articulações, muito exigidas em dribles, chutes e corridas.

Tênis: 11 calorias por minuto

A prática do tênis no Brasil foi popularizada em grande parte pelo tenista Gustavo Kuerten, o Guga, o que fez muitos passarem a acompanhar o esporte a até a praticar.

O tênis é ótimo para aumentar a flexibilidade, coordenação motora e agilidade. Como problemas, o esporte pode causar torções, desgaste nas articulações e lesões no punho e cotovelo.

Judô/Caratê: 13 calorias por minuto

Se você quer aumentar força, flexibilidade, coordenação motora e equilíbrio, aposte em um desses esportes.

Se houver falta de cuidado, além de alguns hematomas, a atividade pode propiciar torções.

Natação: 12 calorias por minuto

A natação é considerada por muitos como um dos exercícios mais completos, uma vez que desenvolve a agilidade, a flexibilidade, a resistência, entre outros aspectos. Pelo contato constante com a água, essa atividade não é aconselhada para quem tem problemas no aparelho auditivo.

Handebol: 10 calorias por minuto

São fatores positivos do handebol: desenvolvimento da força, da agilidade, da coordenação motora e aumento da capacidade aeróbia. Negativamente, a prática do esporte pode agredir articulações, provocar torções e fraturas (em caso de trombadas e quedas durante o jogo).

Boxe: 9 calorias por minuto

Nos últimos meses, o boxe virou febre e opção para ajudar na busca do corpo ideal. As aulas incluem pular corda, alongamentos, técnicas de movimentação (esquiva) e treinamento dos golpes no pushing-ball _equipamento utilizado para melhorar a coordenação motora e a velocidade.

Torções e fraturas também podem acontecer caso o indivíduo não tenha orientação adequada para a prática.

E aí, qual esporte encaixa melhor no seu perfil?

Com informações: Folha Online