set 8 2014

Corra de doenças

Correr não é bom só para queimar calorias. Também deixa você mais calmo, esperto e saudável. Confira o que você ganha a cada passo

corra de doenças - abre

CALCULE SEUS PASSOS
Segundo o treinador americano Jack Tupper Daniels, autor do livro A Fórmula de Corrida de Daniels (Ed. Artmed, 332 págs.), para ter melhor desempenho e evitar lesões ao correr o ideal é dar 180 passos por minuto. Aqui, mostramos quantas vezes você toca os pés no solo se mantiver essa frequência de passadas para percorrer a 10 km/h as seguintes distâncias:

5 400 passos
AFIE SUA MENTE
Pesquisa realizada pela Universidade de Illinois (EUA) descobriu que correr por meia hora melhora o tempo de reação e a habilidade de raciocínio. E os benefícios não param aí. Segundo estudos publicados no periódico Neurology (EUA), homens que praticam atividade física regularmente mantêm os neurônios tinindo por mais tempo. Já os sedentários possuem duas vezes mais risco de sofrer Mal de Alzheimer.
O que fazer Corra 30 minutos.

8 100 passos
DETONE GORDURA O DIA TODO
Não é novidade para você que a corrida é um dos esportes que proporcionam maior gasto calórico. Ainda há um bônus pós-treino: de acordo com pesquisa realizada no Laboratório de Performance Humana da Carolina do Norte (EUA), correr por 45 minutos deixa seu metabolismo acelerado (o que aumenta seu gasto calórico) por até 14 horas. Isso representa cerca de 190 calorias detonadas a mais enquanto você assiste TV, escova os dentes, toma uma gelada com os brothers, ajuda a parceira a tirar a roupa…
O que fazer Corra 45 minutos.

11 340 passos
BLINDE SEU CORAÇÃO
Segundo estudo publicado no American Journal of Human Biology, homens que fizeram três treinos intervalados (aquele em que você alterna períodos de corrida rápida com outros de descanso) por semana diminuíram o risco de doenças cardíacas após sete semanas. Este tipo de treino também é um dos mais eficientes para ajudar você a ganhar velocidade.
O que fazer Dê 6 tiros (piques) de 30 segundos, com 30 segundos de intervalo entre eles. Realize este treino 3 vezes por semana durante 7 semanas.

16 200 passos
TURBINE SEU HUMOR
Segundo o psicólogo esportivo inglês Victor Thompson, correr por meia hora três vezes por semana ajuda você a ficar calmo e lidar melhor com pequenas tensões da vida. Mais: pesquisa publicada no Journal of Psychosomatic Medicine (EUA) revela que pessoas com depressão que se exercitam são mais propensas a se recuperar desse mal do que quem toma apenas remédio como forma de tratamento.
O que fazer Corra 30 minutos 3 vezes por semana.

54 000 passos
PROTEJA SUAS ARTICULAÇÕES
O constante impacto dos seus pés no chão durante a corrida não significa que você vai detonar os joelhos. Pelo contrário. Estudo da Universidade Stanford (EUA) descobriu que corredores que treinavam cerca de 1 hora cinco vezes por semana tiveram menos problemas nas articulações na vida madura. E você não vai ter de esperar décadas para aproveitar esse benefício. Após uma semana de corrida regular, seus músculos já ficam mais firmes e fortes, o que ajuda a evitar danos nas juntas.
O que fazer Corra 1 hora 5 vezes por semana.

144 000 passos
DIMINUA SUA PRESSÃO SANGUÍNEA
Cada quilo de peso que você perde equivale à redução de 1 ponto na sua pressão arterial, segundo revisão de 25 estudos publicada no periódico Hypertension (EUA). Para deletar 1 kg , você precisa queimar 7 700 calorias. Correr durante 50 minutos quatro vezes por semana vai ajudá-lo a conseguir isso em um mês – e sem precisar fazer dieta! Aí, ao reduzir sua pressão arterial você diminui o risco de sofrer infarto, derrame e ter insuficiência renal.
O que fazer Corra 50 minutos 4 vezes por semana durante 1 mês.

388 800 passos
SALVE SEUS MÚSCULOS
Depois dos 30 anos, a síntese (produção) de proteína muscular cai 3,5% a cada década.
Mas dá para reverter isso. De acordo com estudo publicado no The American Journal of Physiology, fazer três treinos aeróbicos por semana durante quatro meses aumenta a síntese proteica em 20%.
O que fazer Corra 45 minutos 3 vezes por semana durante 4 meses.

432 000 passos
CONTROLE O COLESTEROL
De acordo com estudo publicado no Journal of Lipid Research (EUA), correr por 10 semanas é mais eficiente para reduzir o mau colesterol (LDL) do sangue do que fazer outras atividades, como musculação e luta livre, durante o mesmo período. Mais: dois meses de corrida podem aumentar seu colesterol bom (HDL) em até 5%, descobriu pesquisa realizada pela Clínica Mayo (EUA). Como o desequilibrio do colesterol no organismo aumenta o risco de doenças do coração, você tem aí mais duas boas razões para calçar o tênis já.
O que fazer Corra 1 hora 4 vezes por semana durante 10 semanas.

1 500 000 passos
FAÇA MAIS SEXO
Correr ajuda a manter seu amigão de pé. E não é só por causa da musa que treina de top no mesmo parque que você. Homens sedentários têm 71% mais risco de ter problemas de ereção do que os que se exercitam. Além disso, segundo pesquisa publicada no periódico Archives of Sexual Behavior (EUA), fazer uma hora de atividade aeróbica quatro vezes por semana durante nove meses aumenta a quantidade de relações sexuais que você consegue ter em um mesmo dia.
O que fazer Corra 60 minutos 4 vezes por semana durante 9 meses.

corra de doenças - legenda

Fonte: Men’s Health


mai 2 2014

5 coisas que você não sabia sobre proteína

Treinadores e nutricionistas regularmente defendem a proteína – ajuda a ganhar músculos, estabiliza o açúcar do sangue, melhora o foco, para nomear apenas alguns dos benefícios – e ainda assim há muita desinformação sobre o assunto.

“Proteína é feita de aminoácidos. É o bloco de construção do corpo. Sem ela, não podemos construir todas as coisas que ajudam o corpo a funcionar bem : músculo, tecido conjuntivo, neurotransmissores, células sanguíneas e hormônios” diz Ryan Andrews, um instrutor de fitness e nutrição. “Eu recebo muitas perguntas sobre o assunto dos meus clientes diariamente – ainda há alguma confusão. Muitas pessoas ainda não entendem que suas reservas de aminoácidos estão constantemente empobrecidas, e se você não reabastecê-las novamente, seu corpo pode puxar da massa muscular para adquirir as proteínas que necessita.”

Aqui, Andrews desmente alguns mitos comuns sobre a proteína.

Mito N° 1 : Você deve consumir toda a sua proteína do dia em uma única refeição.

Fato : “Todo dia quase me perguntam sobre isso. A maioria das pessoas pensa que é Ok consumir toda a cota de proteína diária em uma refeição, como um bife grande no fim do dia. Mas a ingestão de proteína precisa ser distribuída durante o percurso do dia. Nós temos uma reserva limitada de proteína, sendo que as de carboidratos e gordura é maior. Pense como uma pia que você está tentando manter cheia mas não há um plug no ralo – você precisa reabastecer suas reservas conforme elas são empobrecidas. Tente consumir um pouco em cada refeição.”

Mito N° 2 : A proteína que você consome deve ser de origem animal.

Fato : “Muitas pessoas pensam que as proteínas de origem vegetal não contam, mas eles contém todos os aminoácidos necessários em proporções variadas. Comidas como feijão preto, lentinhas, ervilhas, quinoa, trigo, aveia, amêndoas, nozes e sementes de chia são ótimas fontes de proteína para qualquer dieta.

Mito N° 3 : Você não pode consumir proteína demais.

Fato : “Isso não é verdade. Um excesso de qualquer nutriente pode ser guardado como gordura e levar a um ganho de peso indesejado. Tendo dito isso, é mais difícil comer muito alimentos densos e ricos em proteína como carne e ovos do que carboidratos processados, que comumente tem adição de açúcar e sal. Se você é uma pessoa muito ativa, o ideal de proteína necessário é 1,5 gramas de proteína por kilo do seu peso corporal.

Mito N° 4 : Você precisa de um shake de proteína imediatamente depois do exercício para ganhar músculo.

Fato : “Essa idéia é baseada no que conhecemos como janela anabólica de oportunidade – quando o corpo age como uma esponja absorvendo os nutrientes para reabastecer reservas de glicogênio e dar início a síntese de proteína. Novas pesquisas mostram que a janela é maior do que se pensava – você tem na realidade mais ou menos duas horas depois do exercício para começar o processo de recuperação. Mas ainda mais importante é a proteína que você consome ao longo do dia. “

Mito N°5 : É difícil consumir a quantidade necessário de proteína diária.

Fato : “ É mais fácil do que você pensa. Mergulhe vegetais em hummus ou feijão preto. Adicione amêndoas moídas ou uma colher de pó de proteína na aveia, polvilhe sementes de girassol e abóbora na salada, e acrescente chia no shake. Outro jeito de aumentar o índice de proteína da sua dieta é usando enquanto cozinha. Substitua parte da farinha por pó de proteína. O resultado será refeições mais saudáveis ! “

Fonte : DETAILS


jan 30 2013

Os benefícios da Sauna

Que tal uma sauna para relaxar? Estes banhos de vapor podem ajudar a melhorar a sua saúde, além de relaxar! Veja alguns benefícios:

Benefícios gerais

Os banhos de calor aliviam a tensão, estimulam a circulação sanguínea e ajudam a rejuvenescer a pele por meio da transpiração. O calor dilata os vasos sanguíneos, reduzindo a pulsação e a pressão arterial. Na sauna seca, como não há formação de vapor, a temperatura é bem mais elevada do que na úmida – varia entre 70º e 90° (com umidade do ar entre 5 e 25%). No vapor, o calor vai de 45 a 60ºC (com umidade de 95%). A boa notícia é que meia hora de sauna pode equivaler a dez minutos de exercício cardiovascular ou corrida leve. Em alguns minutos na sauna, seu coração trabalha tão duro quanto se exercitando.

Alerta: quem tem pressão arterial alta ou muito baixa ou faz uso de remédios para hipertensão deve evitar fazer sauna.

Perda de peso

Existe a crença generalizada de que fazer sauna ajuda a emagrecer. O fato é que na sauna a vapor você pode perder até 125 gramas em dez minutos. Mas não se engane: praticamente tudo o que eliminar será em forma de suor (só água e sal). Na seca, a temperatura é mais alta, mas por conta da menor umidade você consegue suportar o calor por muito mais tempo e perder até 500 gramas em dez minutos. Mas também só em forma de líquidos.

Limpeza de pele

A transpiração na sauna abre os poros e ajuda a remover sujidade da epiderme, camada superficial da pele. Mas não elimina toxinas de dentro do corpo, como algumas pessoas acreditam. Na sauna a vapor, o calor associado à umidade contribui para a abertura plena dos poros, permitindo a liberação de sujeira e até produtos químicos aderidos a eles. Já na sauna seca, o corpo tende a dilatar seus capilares para expulsar o calor, mas retém a umidade, o que pode acabar prendendo algumas sujeiras nos folículos, explica a médica.

Fonte: GQ

Imagem: reprodução


jan 16 2013

10 alimentos essenciais para a saúde do Homem

Histórias sobre o último alimento saudável da moda aparecem constantemente. É importante ter em mente, entretanto, que não existe uma única dieta perfeita. Existem milhares de alimentos saudáveis no planeta. Listamos aqui dez tipos de alimentos que se destacam pela habilidade de prover benefícios apenas por suprir nossos corpos com seus macronutrientes.


Peixes gordurosos
Eles são ricos em ômega-3, que são gorduras essenciais e necessárias para a saúde mas não são produzidas pelo corpo. Estes tipos de peixe – salmão, atum – são associados com com baixas taxas de depressão, doenças do coração e câncer. Estes peixes são tão importantes que a The American Heart Association (Associação Americana do Coração) recomenda que eles façam parte de nossa rotina pelo menos duas vezes por semana.

Frutas vermelhas
Frutas vermelhas – morango, framboesa, amora, mirtilo – são uma das fontes mais potentes de antioxidantes no planeta. Seus fitoquímicos, incluindo antocianinas, catequinas, ácido elágico, flavonóides, ácido gálico, quercetina, rutina e vitamina C ajudam a prevenir alguns tipos de câncer, infecções urinárias, doenças cardíacas e perda de memória.
Nozes
Muito da gordura das nozes é monosaturada, um tipo de gordura saudável para o coração que ajuda a reduzir o colesterol e o risco de diabetes e obesidade.

Vegetais crucíferos
Repolho, brócolis, couve, couve-flor, couve de bruxelas, nabo, agrião, rabanete, repolho, mostarda são também conhecidos como vegetais crucíferos. Até pouco tempo só se sabia que eles eram ricos em vitaminas e minerais além de serem boas fontes de fibras. Hoje em dia, devido a vários estudos, foi descoberto que esses vegetais contêm compostos que ajudam a prevenir várias doenças, incluindo o câncer. O consumo desses vegetais tem sido associado com a redução do risco de câncer por conta do alto conteúdo de glicosinolatos encontrado nesses vegetais.
Feijões
Eles são como uma caixa-forte de nutrientes – são poderosos em proteína, fibra, ferro, potássio, magnésio e zinco. O consumo de feijões está associado a menor risco de doenças cardíacas.
Chá

Pesquisas sugerem que os antioxidants do chá podem prevenir cancer, doenças do coração e diabetes. Também pode ajudar a perder peso por fazer a gordura ser metabolizada com mais eficácia. Uma dica: esprema um pouco de limão em seu chá. Isso vai fazer com que seu corpo absorva 80% mais dos antioxidantes presentes no chá.
Maçãs
Maçãs contêm pectina, que tem demonstrado baixar o açúcar no sangue e os níveis de colesterol.As maçãs também têm Vitamina C.

Vegetais da família do alho
Cebola, alho, alho-poró e cebolinha ajudam a dar mais sabor aos pratos. Mas eles também são poderosos agentes contra doenças. Estudos mostraram que esses vegetais reduzem o colesterol e a pressão alta.
Vegetais verdes
Espinafre, todos os tipos de alface, rúcula, brócolis, couve, couve-flor, repolho são as maiores fontes concentradas de nutrientes que você pode encontrar. Eles são ricos em vitaminas, minerais e fibras e ainda contém luteína e zeaxantina, que são importantes para a saúde das células e dos olhos. Também ajudam na prevenção de doenças cardíacas. Diabetes e alguns tipos de cancer.
Alimentos com baixo teor de gordura de leite
Estudos mostraram que esses produtos podem ajudar a perder peso, particularmente na area abdominal. Adicionalmente, eles contém calico, potássio, fóforo e vitaminas A, D e B12.

Fonte: GQ

Imagem: reprodução


jan 24 2012

Durma Certo

O sono tem papel fundamental para o bom funcionamento do organismo, de sua saúde e bem estar.

A questão é que, muitos tem hábitos errados no momento de dormir o que prejudica a capacidade de aprendizado e o processo de consolidação da memória, além da produção de hormônios e substâncias que desempenham papéis vitais no funcionamento de nosso organismo.

Será que você está dormindo mal e não sabe? Veja alguns hábitos errados relacionados à postura:

1º Dormir de barriga pra baixo

Nesta posição, há uma flexão exacerbada do pescoço, o que pode causar torções na cervical e na lombar.

O ideal é sempre dormir de lado, com dois travesseiros: um para apoio da cabeça, numa altura e suporte que sustente o seu peso e preencha completamente o espaço compreendido entre ela e o colchão. E outro, entre os joelhos e pernas, que deverão estar semiflexionadas.

2º Dormir no canto do travesseiro

Isso causa um “buraco”, que acaba virando o cantinho preferido para as horas do bom sono: o que pode prejudicar a integridade músculo esquelética da coluna cervical, provocando micro trauma a principio e com o tempo causar dores.

O ideal é centralizar a cabeça exatamente na metade do travesseiro, formando um ângulo de 90º no pescoço, de forma a manter coluna cervical sempre alinhada.

3º Braço embaixo do travesseiro

Além de prejudicar o alinhamento da coluna, o hábito pode causar problemas de circulação, uma vez que o peso sobre o braço acaba por comprimir algumas veias e nervos.

Dica: Os braços deverão estar livres e os ombros sempre alinhados, de forma não prejudicar a cervical.

4º Dormir com o travesseiro muito alto ou muito baixo

Esse hábito causa o desalinhamento da coluna cervical, o que prejudica a circulação sanguínea e dificulta os estímulos elétricos enviados pelo cérebro aos órgãos do corpo. O travesseiro ideal deve preencher exatamente o espaço entre a cabeça e o colchão.

Dica: O pescoço não pode ficar inclinado nem para cima e nem para baixo.

E então, como está sua postura durante o sono?

Fonte: Exame.com