jul 3 2017

Os destinos preferidos dos brasileiros para as férias de julho!

Resultado de imagem para viagem familia

Julho chegou e com ele as férias escolares. É hora das famílias colocar o pé na estrada e curtir dias de lazer e entretenimento.

E se você ainda não planejou sua viagem, vamos te ajudar com algumas opções.  O site KAYAK, ferramenta de busca de viagens, listou os destinos mais buscados pelos brasileiros para curtir as férias do meio do ano no Brasil e no exterior. O levantamento foi feito com base nas buscas por passagens aéreas realizadas pelos viajantes no ano de 2017.

Entre os destinos nacionais, Fortaleza, no Ceará, e Salvador, na Bahia, aparecem entre os locais preferidos dos brasileiros. Já entre os destinos internacionais, Miami e Orlando nos Estados Unidos são os favoritos.

Confira a seguir os principais destinos:

Destinos nacionais Estado Preço médio do pacote
Fortaleza Ceará R$ 4.937
Salvador Bahia R$ 3.971
Recife Pernambuco R$ 5.515
Porto Seguro Bahia R$ 5.051
Maceió Alagoas R$ 5.840
Natal Rio Grande do Norte R$ 5.406
São Paulo São Paulo R$ 3.014

Confira a seleção de destinos internacionais:

Destinos internacionais País Preço médio do pacote
Miami Estados Unidos R$ 19.795
Orlando Estados Unidos R$ 17.959
Cancún México R$ 16.584
Santiago Chile R$ 8.067
Lisboa Portugal R$ 31.457
Nova York Estados Unidos R$ 20.420
Londres Inglaterra R$ 26.477
Paris França R$ 27.543
Roma (Itália) Itália R$ 25.257
Bariloche Argentina R$ 14.654
Madri Espanha R$ 26.389
Punta Cana República Dominicana R$ 18.776
Los Angeles Estados Unidos R$ 22.010

Os preços são uma média de pacotes que incluem passagem e hospedagem para uma família de dois adultos e duas crianças para uma viagem de 10 dias.

Fonte: http://exame.abril.com.br/


abr 3 2017

10 destinos para conhecer em 2017

Precisando de inspiração para viajar? Então dá uma olhada nessa seleção que vai de novos roteiros a países a serem redescobertos.

Os destinos escolhidos trazem inovações para receber visitantes de todo o mundo, incluindo hotéis recém-inaugurados, redescoberta de destinos conhecidos e paisagens incríveis. Confira:

1.Qatar e novo Voo Qatar Airways
A Qatar Airways se torna em 2017 a companhia aérea principal para quem visita países asiáticos com conexão em Doha. Com isso, o Qatar entra no radar de muitos viajantes. Doha, sua capital, passa a ser descoberta, ganhando protagonismo turístico ao oferecer uma cena cultural e artística impressionante.
Resultado de imagem para qatar
2. Japão: novos roteiros

Além de destinos consagrados no Japão, como Tóquio, Kyoto e Naoshima, novas regiões despontam no país, como Ishikawa, onde está localizada a histórica Kanazawa, cidade que faz encontro entre antigas residências japonesas, modernos museus e jardins paisagísticos; e a cidade de Takayama, um destino genuíno que cultua até hoje as principais tradições japonesas e alguns dos festivais mais bonitos do país.
Resultado de imagem para a cidade de Takayama japão turismo
3. Seychelles: férias românticas

Formada por dezenas de ilhas com praias desertas de areia branca e banhadas por águas mornas de um azul estonteante, Seychelles jamais sai de moda entre os casais apaixonados. Além de ser um destino romântico, hoje é conhecido pela preservação ambiental e o respeito pela natureza, atraindo viajantes que desejam curtir um novo conceito em viagens, que combinam a experiência da sofisticação com o pé na areia em uma vida simples.
Resultado de imagem para Seychelles
4. Etiópia: a antiga fé cristã

A Etiópia é um destino para aqueles que têm interesse em religiões, já que o país foi uma das primeiras nações do mundo a adotar a fé cristã e abriga uma das igrejas católicas mais antigas do mundo, datada do começo do século 4. A Etiópia ainda possui nove patrimônios mundiais da Unesco, entre paisagens naturais, cidades, vilas, ruínas e diversas igrejas.
...
5. Butão: nova aposta asiática

O Butão entra na lista com muitos mistérios escondidos entre as suas montanhas do Himalaia a serem desvendados. Entre eles está o curioso fato de ser uma das nações mais felizes do mundo. O país até possui o índice de Felicidade Interna Bruta (FIB), que mede o bem-estar de seus habitantes. Essa característica do país deve-se também ao budismo tibetano, que prega a ideia de que o sofrimento é opcional.
Resultado de imagem para butão
6. Portugal: de volta às raízes

O roteiro desenhado para viajar para Portugal em 2017 inclui a deslumbrante costa do Algarve, passando por inigualáveis Patrimônios da Humanidade e a efervescência cultural de Lisboa, até chegar à surpreendente beleza das paisagens da Ilha da Madeira. Visitar o país é reconhecer em toda parte os ricos fragmentos de nossa própria história em cidades que misturam tradição e modernidade, além de bucólicos vilarejos onde o tempo parece não existir.
Resultado de imagem para ilha da madeira portugal
7. Peru e seus novos destinos

O Peru é um destino que sempre se reinventa. Neste ano, a novidade é o trem Belmond Andean Explorer, que irá explorar destinos como o Lago Titicaca, localizado nos Andes, o maior lago da América do Sul, e Arequipa, cidade que fica ao pé de três grandes vulcões (El Misti, Chachani e Picchu Picchu).
Resultado de imagem para lago titicaca peru
8. Rússia: país sede da Copa do Mundo 2018

País sede da próxima Copa do Mundo (2018), a Rússia já está sob os holofotes dos viajantes. O destino fascina seus visitantes com sua história que remete à época dos czares, além de suas características culturais, que incluem o balé e a ópera. Suas principais cidades, Moscou e São Petersburgo, conseguem ainda superar as expectativas dos turistas com seus grandiosos monumentos e palácios.
Imagem relacionada
9. Brasil: novos hotéis de luxo

O Brasil ganha novamente destaque no turismo com as novidades dos hotéis de alto padrão, como o recém-inaugurado Emiliano, no Rio de Janeiro, e o Palácio Tangará – da rede Oetker Collection –, em São Paulo, que possui lançamento marcado para o segundo semestre de 2017. Também já existe a expectativa para a abertura dos hotéis Four Seasons e Rosewood em São Paulo, com inaugurações previstas para o começo de 2018.
Imagem relacionada
10. Canadá 150 anos

Comemorando 150 anos, o Canadá convida os visitantes a conhecer os seus parques naturais de raras belezas naturais, em meio às Montanhas Rochosas. São várias as possibilidade para explorar o país, como as viagens de carro e também de trem pela rota Rock Montanieer, que sai de Vancouver com destino aos seus mais famosos parques – Jasper, Lake Louise e Banff.
Imagem relacionada

 


mar 20 2017

Roteiros para fazer de bike

Que tal viajar de bicicleta, curtindo com calma cada pedacinho do trajeto?  Com o aumento do cicloturismo, não faltam opções de lugares no Brasil para quem quer viajar sob duas rodas.

Da Chapada Diamantina, na Bahia, ao Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, confira os 11 destinos brasileiros  que valem uma pedalada.

1. Bahia – Chapada Diamantina

De bicicleta, dá para conhecer os principais atrativos do Parque Nacional da Chapada Diamantina. A região é rica em cachoeiras, grutas, cavernas e vales. O ponto de partida é a cidade baiana de Lençóis. A partir daí, são cerca de 273 km de trilhas, que podem ser percorridas de bike. Pelo caminho, há opções de pousadas e hotéis para pernoitar. Os restaurantes oferecem uma saborosa comida caseira.

2. Goiás – Chapada dos Veadeiros

Imagem relacionada

Conhecida por sua beleza natural, a Chapada dos Veadeiros é a região que abrange os municípios goianos de São João daí Aliança, Alto Paraíso, Colinas do Sul e Cavalcante. A trilha tem 56 km de extensão, que pode ser feita aos poucos. Há roteiro de cinco dias vendidos nas agências especializadas locais. Pelo caminho, você passa por cachoeiras e diferentes formações rochosas do Vale da Lua. A região é bem servida de hotéis e pousadas, e a comida típica é imperdível. Evite ir no período das chuvas de verão, pois os rios transbordam facilmente.

3. Minas Gerais – O Caminho da Luz 

Resultado de imagem para Minas Gerais – O Caminho da Luz  passeio de bike

Com 196 km de extensão, centenas de peregrinos realizam anualmente esta trilha que liga a cidade de Tombos até a base do Pico da Bandeira, ambos na serra mineira. Os motivos que impulsionam esses viajantes são diferentes: há os que buscam paz interior, outros se interessam pelas propriedades místico-religiosas do lugar e tem aqueles que são atraídos pelas belezas naturais. O percurso todo de bike pode ser feito em quatro dias. Vale a pena reservar mais um dia para subir a pé até topo do Pico da Bandeira, que tem uma vista maravilhosa. Para quem quiser percorrer o trajeto, é preciso pagar R$ 75, referente é taxa ambiental, seguro-saúde e credencial.

4. Minas Gerais – Serra da Canastra 

Resultado de imagem para Minas Gerais – Serra da Canastra passeio de bike

Esta região é muito procurada pelos cicloturistas por suas inúmeras estradinhas de terra, que levam a cachoeiras e nascentes. Tudo isso em meio é paisagem do cerrado. Vale lembrar que dentro do Parque Nacional da Serra da Canastra, localizado em um grande platô, não há opções de hospedagem e restaurantes. Dessa forma, os interessados devem se preparar levando comida e barracas.

5. MG, SP e RJ – Estrada Real 

Resultado de imagem para Estrada Real  passeio de bike

A Estrada Real, que desde o tempo do Brasil colônia liga Minas Gerais ao litoral, leva você a um passeio na história. Mas é preciso fôlego para percorrer a rota toda. Afinal, são nada menos do que 1.600 km de percurso. O mais comum é escolher um dos três trechos que formam esta histórica via (Caminho Novo, Caminho Velho e Caminho dos Diamantes). O centro de convergência é a cidade de Ouro Preto (MG). Com várias cidadezinhas pelo percurso, a viagem pode ser feita com paradas e visitas aos casarões e fazendas históricas.

6. MG, SP e RJ – Serra da Mantiqueira 

Entre as muitas possibilidades de caminhos na Serra da Mantiqueira, uma bela opção é o percurso entre Campos do Jordão (SP) e Paraty(RJ). São 300 km feitos por estradinhas ou trilhas de terra que levam a vilarejos escondidos. No meio de tudo isso, há muitas cachoeiras e vegetação nativa da Mata Atlântica. A viagem dura em torno de cinco dias.

7. Santa Catarina – Circuito do Vale Europeu 

Desenvolvido especialmente para o cicloturista, o circuito passa por nove municípios, com início e fim em Timbó, a 30 km de Blumenau. Em meio a Mata Atlântica, o trajeto foi pensado para fugir do asfalto, priorizando as estradinhas de terra. É uma região rica em cachoeiras e rios, no meio da Mata Atlântica. Conta com pontos de apoio, estrutura e sinalização ao longo dos 300km de percurso. A empresa Rota Turismo oferece pacote fechado de sete dias, por R$1.650, para quem não quiser se aventurar sozinho.

8. Santa Catarina – Circuito Costa Serra Mar

Esse trajeto de 270km leva o ciclista a conhecer de bicicleta algumas das mais belas praias catarinenses, passando ainda por vales e montanhas. Ao todo, são percorridos 11 municípios, sendo o início e fim em Balneário Camboriú. Este é um dos melhores trajetos para quem está se aventurando sob duas rodas, pois não há tantas subidas e as vias estão conservadas e sinalizadas. Alêm disso, a distância entre cada cidadezinha não é tão longa, possibilitando o viajante a parar quando estiver cansado. O percurso pode ser feito em seis dias, pedalando-se cerca de 50km por trecho.

9. São Paulo – Caminho da Fé

Inspirado no milenar Caminho de Santiago de Compostela (Espanha), é preciso muita fé e disposição para cumprir os 500km que separam águas de Prata do Santuário Nacional de Aparecida. A trilha foi criada para dar suporte aos peregrinos, que realizam o trajeto a pé, de bicicleta ou a cavalo. O percurso é bastante cansativo e requer resistência. São muitas subidas e descidas, entre asfalto e estrada de terra. O percurso completo pode ser feito em torno de 10 dias. Assim como no original espanhol, os viajantes que fizerem a credencial (R$5) ganham um certificado de participação e tem direito a descontos em hospedagens.

10. São Paulo e Paraná – Lagamar 

Para os que buscam um contato direto com a natureza, esta viagem é um prato cheio. O Polo Ecoturístico de Lagamar tem início na cidade de Iguape (SP). Passa por Ilha Comprida, Pariquera-Açu e Cananéia, até chegar em Guaraqueçaba (PR). Sob duas rodas, o viajante percorrerá várias ilhas da região, em trechos de praias desertas de areia dura, com travessias feitas de barco ou balsa. O caminho inclui também cidades históricas, fazendas de banana e trilhas. A viagem toda pode ser feita em sete dias.

11. Rio Grande do Sul – Vale dos Vinhedos 

Tradicional produtor de vinhos e sucos do Brasil, o Vale dos Vinhedos pode ser explorado de bike, unindo em uma viagem de enoturismo com cicloturismo. A região compreende áreas dos municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul, onde estão localizadas as principais vinícolas brasileiras, como a Miolo e Casa Valduga. Entre uma pedalada e outra, pare para degustar uma taça e veja o processo de preparação da bebida. A viagem pode ser feita em torno de 10 dias.

Opções não faltam para quem quer desbravar nosso país sobre duas rodas. Escolha seu destino preferido e boa viagem!

 

Fonte: http://www.revistabicicleta.com.br


dez 7 2016

Ideias de viagens para os aventureiros

Bom dia!

As férias de verão estão chegando! E você já sabe onde vai curtir uns dias de folga e lazer? Para os aventureiros de plantão, que preferem explorar a natureza e suas belezas hoje o post é especial.

Confira algumas ideias de destinos brasileiros onde a adrenalina é garantida na terra, na água e no ar.

BROTAS – SP
Capital paulista da aventura, Brotas é uma das pioneiras quando o assunto é esporte radical. Cercada por mais de 30 cachoeiras, a cidadezinha rural recebe visitantes ávidos por praticar bóia-cross, rafting e canyoning. Fora d’água também tem emoção de sobra, como rapel em paredões, trekking, mountain-bike e off-road por trilhas de mata nativa, além de tirolesas gigantes que cortam belos vales.
Engana-se, porém, quem imagina que Brotas é destino apenas para viciados em adrenalina. Há atividades para a família toda – dos que curtem apenas uma leve caminhada aos acostumados a praticar arvorismo em circuitos que exigem músculos de aço.
Resultado de imagem para brotas sp
BONITO – MS
Bonito seria uma pacata cidadezinha do interior se, em meados dos anos 70, o peão de uma fazenda não tivesse descoberto um buraco no chão. Dentro do buraco de 72 metros de profundidade – batizado de abismo Anhumas – havia um imenso lago de águas cristalinas tomado por estalactites. Aos poucos, o tal buraco, a encantadora gruta da Lagoa Azul, as cachoeiras e os rios incrivelmente transparentes e repletos de peixes coloridos ganharam fama e infraestrutura turística, tornando a região, na década de 90, uma espécie de Disney ecológica.
Paraíso dos aventureiros, Bonito reserva espaço também para quem quer apenas contemplar os santuários. Para esta turma há cavalgadas e passeios de bicicleta. E, por mais que a água seja fria, não há como se esquivar dos encantos da flutuação.
Resultado de imagem para bonito flutuação
ARRAIAL DO CABO – RJ
Arraial do Cabo reúne algumas das mais belas características do litoral brasileiro, como dunas de areia branca, vegetação de restinga, lagoas e praias de mar cristalino, além de costões que funcionam como mirantes para apreciar tudo isso. E ainda tem mais: embora localizada na Região dos Lagos e tendo como vizinhas as badaladas Cabo Frio e Búzios, a cidade mantém características típicas de uma vila de pescadores – até mesmo na alta temporada os ares de tranquilidade imperam.
Quem agradece são os mergulhadores, que lá encontram alguns dos melhores pontos do país para praticar o esporte. Além das águas transparentes, Arraial do Cabo abriga uma diversificada vida marinha.
Imagem relacionada
ILHA DE MARAJÓ – PA
Maior ilha fluviomarinha do mundo, a Ilha de Marajó é banhada pelo oceano Atlântico e pelos rios Amazonas e Tocantins. Dividida em 12 municípios pontilhados por matas, rios, campos, mangues e igarapés, forma um cenário perfeito para quem pretende desvendar um pedaço quase intacto da selva amazônica. O ponto de partida da viagem é Belém, de onde saem catamarãs, barcos e balsas rumo à Soure, a “capital” da ilha, alcançada depois de duas a três horas de navegação. É nesta área que estão as melhores praias – do Pesqueiro, Barra Velha e Joanes -, as melhores hospedagens e restaurantes, além de boa parte dos 250 mil habitantes da região. Com tanta diversidade, Marajó promove experiências únicas. A mais interessante delas é montar no lombo de um búfalo para um passeio.
Habitat de grande variedade de peixes e pássaros, o arquipélago oferece muitas atividades em meio à natureza, realizadas nas fazendas. Entre elas estão observação de guarás (ave típica), pesca, a focagem de jacarés e passeios de barco pelos igarapés. Os fãs dos esportes de aventura também se divertem na área com a prática de caminhadas na selva, rafting e ciclismo pelas praias.
Resultado de imagem para ilha de marajó
Listamos aqui apenas alguns destinos dentre milhares que existem. Quer saber mais? Acesse http://www.feriasbrasil.com.br/ideias/ e veja a lista completa.


mar 14 2016

As 10 atrações turísticas mais incríveis do mundo

Bom dia!

Poder viajar é algo realmente incrível, não é mesmo?! Poder viajar e ter como destino lugares onde estão as atrações turísticas mais incríveis do mundo torna a experiência ainda mais especial.

Pensando nisso, a Lonely Planet, uma das maiores editoras de guias de viagem do mundo, elencou os 10 melhores pontos turísticos do planeta em 2015.

A seleção traz lugares como o templo de Angkor Wat, em Camboja, as Cataratas do Iguaçu, no Brasil, e Machu Picchu, no Peru.

Confira a seguir a lista completa:

1 – Angkor Wat, em Camboja

O local faz parte da lista de patrimônios da humanidade, da Unesco, e está situado em Angkor, um dos sítios arqueológicos mais importantes da Ásia. A atração possui ruínas das diferentes capitais do Império Khmer e é considerada também uma das maiores estruturas religiosas já construídas da história.

2 – Grande Barreira de Corais, na Austrália

O segundo lugar na lista da Lonely Planet é a Grande Barreira de Corais australiana. A região possui uma das maiores das maiores biodiversidades do mundo com cerca de 400 tipos de corais, 1.500 espécies de peixes, além de tartarugas e até serpentes marinhas.

3 – Machu Picchu, no Peru

Machu Picchu, no Peru, fica a 2.430 metros acima do nível do mar. O local é considerado símbolo do Império Inca e é conhecido também por ser a última fortaleza dos Incas. De acordo com a Unesco, Machu Picchu é um dos sítios culturais mais importantes da América Latina.

Vista do Machu Picchu, no Peru

4 – Muralha da China, na China

Conhecida também como a Grande Muralha, o local é uma incrível estrutura arquitetônica construída durante a China Imperial. A atração vai desde Jiayuguan, província de Gansu,  até a foz do rio Yalujiang, província de Liaoning. Atravessa o Deserto de Gobi, e outras quatro províncias, Hebei, Shanxi, Shaanxi e Gansu, além de duas regiões autônomas, Mongólia e Ningxia.

A Muralha tem quase 21.200 quilômetros de extensão e aproximadamente sete metros de altura.

5 – Taj Mahal, na Índia

Também considerado Patrimônio da Humanidade, segundo a Unesco, e uma das Sete Maravilhas do Mundo, o Taj Mahal está localizado na cidade indiana de Agra. O local é também conhecido como uma grande prova de amor, pois foi construído pelo imperador Shah Jahan, que queria prestar uma homenagem póstuma a sua esposa Mumtaz Mahal.

6 – Grand Canyon, nos Estados Unidos

O Parque Nacional do Grand Canyon é um dos principais parques dos Estados Unidos e um ponto turístico que recebe milhares de turistas todos os anos. O local foi moldado pelo rio Colorado durante milhares de anos e possui combinações únicas de cores e formas de erosão geológica.

Vista do Parque Nacional do Grand Canyon, nos Estados Unidos

7 – Coliseu, na Itália

Segundo o Lonely Planet, não existe nenhum outro monumento que conte melhor a história de Roma que o Coliseu. A atração é um anfiteatro erguido no período da Roma Antiga. Instalado no centro da cidade, o espaço já foi capaz de abrigar cerca de 50.000 pessoas.

8 – Cataratas do Iguaçu, no Brasil

A atração que representa o Brasil na lista da Lonely Planet é as Cataratas do Iguaçu. As Cataratas ficam dentro do Parque Nacional de Iguaçu e são formadas pelas quedas do rio de mesmo nome. Sua formação geológica é de 150 milhões de anos, porém a formação do acidente geográfico das cataratas se iniciou cerca de 200.000 anos atrás.

9 – Alhambra, na Espanha

De acordo com a Lonely Planet, o complexo de palácios de Alhambra é uma das estruturas mais extraordinárias do mundo e um dos principais monumentos que representam a arte muçulmana no planeta. A atração está localizada na cidade de Granada e foi construída para abrigar monarcas da Dinastia Nasrida, última dinastia muçulmana na península Ibérica, e a corte do Reino de Granada.

10 – Basílica de Santa Sofia, na Turquia

A Basílica de Santa Sofia é um imponente monumento construído entre 532 e 537 pelo Império Bizantino para ser a catedral de Constantinopla. O local já serviu como mesquita entre 1453 e 1931, quando foi secularizado. Desde 1935, o espaço funciona como um museu.

Fonte: Portal Exame